Lista de exercícios – História – Reforma Protestante e Contra-Reforma – 1º Ano – EM

25 de setembro de 2012

1. (Ueg 2008)  O filme “300″, que fez grande sucesso nos cinemas de todo o mundo em 2007, tematiza uma das batalhas mais importantes das Guerras Médicas. Tal evento pode ser caracterizado como um conflito que:

a) foi causado pelo processo de expansão territorial do império persa, que ambicionava expandir seus domínios sobre os gregos.

b) enfraqueceu as cidades-Estado gregas e persas, facilitando o domínio macedônico sobre a região.

c) culminou no domínio dos gregos sobre os persas e no florescimento cultural de Esparta.

d) marcou o processo de unificação entre medas e persas, garantindo a sua supremacia econômica na região da Mesopotâmia.

 

2. (G1 – uftpr 2008)  Os hebreus se constituíram inicialmente em um pequeno grupo de pastores nômades, organizados em clãs, chefiados por um patriarca. Conduzidos por Abraão, deixaram a cidade de Ur, na Mesopotâmia, e se fixaram na Palestina (“Canaã”, a Terra Prometida), por volta de 2000 a.C. Todavia, entre os povos da Antiguidade Oriental, os hebreus foram um dos que mais influenciaram a cultura da civilização ocidental, uma vez que o cristianismo é considerado uma continuação das tradições religiosas hebraicas.  Sobre esse povo, assinale a alternativa INCORRETA:

a)  As guerras geraram a unidade política dos hebreus. Esta unidade se firmou primeiro em torno de juízes e, depois, em volta dos reis.

b)  A religião foi uma das bases da cultura hebraica e sua principal característica sempre foi a crença em vários deuses, entre os quais o principal era Jeová que, segundo a tradição, morava no monte Sinai junto a outros deuses e semi-deuses.

c)  Durante o domínio romano na Palestina, o nacionalismo dos hebreus foi sufocado pelos imperadores romanos e o auge da repressão aconteceu com a destruição do templo de Jerusalém, quando os hebreus, então, dispersaram-se por várias regiões do mundo. Esse episódio ficou conhecido como Diáspora.

d)  A Palestina era uma pequena faixa de terra que se estendia pelo vale do rio Jordão. Limitava-se ao norte com a Fenícia, ao sul, com as terras de Judá, a leste, com o deserto da Arábia e, a oeste, com o mar Mediterrâneo.

e)  Os hebreus eram um povo de origem semita, assim como os árabes.

 

3. (Uece 2008)  Os sumérios foram os primeiros habitantes da Mesopotâmia. Eles se autodenominavam “as cabeças negras” e a região na qual habitavam denominavam de “terra de Sumer”. Sobre este povo, assinale o correto:

a) Eram nômades, voltados para a guerra e a conquista de novos territórios. Ao contrário de outros povos, repudiavam o comércio, não possuíam uma cultura definida ou uma religião organizada, com um panteão e seu ritos.

b) Oriundos de diversos grupos étnicos, vindos do deserto da Síria, começaram a penetrar aos poucos nos territórios da região mesopotâmica em busca de terras agricultáveis. Eram conhecidos pela sua habilidade no comércio.

c) Eram sedentários. Agricultores, realizaram obras de irrigação e canalização dos rios. Construíram as primeiras cidades fortificadas que funcionaram como cidades-estados. Utilizavam técnicas de metalurgia e a escrita.

d) Eram, sobretudo, comerciantes e artesãos. Sem nenhuma aquisição cultural significativa. Fundaram um império unitário com um regime político único. Descendentes dos semitas, foram os primeiros a buscar uma religião monoteísta.

 

4. (Uece 2007)  As relações entre o Estado e a religião, existentes entre os povos da Antiguidade, caracterizaram diferentes formas de organização político-social. Sobre essas relações, é correto afirmar que:

a) o politeísmo implantado pelas monarquias hebraicas restringia a concepção do rei como ser humano, tornando-o, ungido de Deus.

b) a teocracia egípcia, concepção divina de poder, personificada no faraó como próprio Deus, limitou-se ao período do Novo Império.

c) a monarquia teocrática, no Egito antigo, ocorria através da personificação de Deus e do Estado na figura do faraó.

d) o Código de Hamurábi era um manual de orientação espiritual, que autorizava os fiéis a fazer justiça com as próprias mãos.

 

5. (Ufpb 2007)  Uma das regiões de maiores conflitos civilizacionais, ao longo da História, é a do Oriente Médio. Na Antiguidade, parte dessa região foi ocupada pelo Império Babilônico. Embora a riqueza de sua civilização seja mal conhecida, a Babilônia povoa o imaginário social até os tempos contemporâneos, em diversas manifestações culturais, a exemplo da ópera “Nabucodonosor” (do compositor italiano Giuseppe Verdi) e de algumas músicas brasileiras atuais, como a apresentada a seguir.

 

“Suspenderam os Jardins da Babilônia

e eu para não ficar por baixo

Resolvi botar as asas para fora, porque

Quem não chora daqui, não mama dali [...]”

            (LEE, Marcucci; LEE, Rita. “Jardins da Babilônia”, 1978. Disponível em: <www.cliquemusic.com.br>. Acesso em: 15 ago. 2006).

Sobre a civilização babilônica, é correto afirmar:

a) A configuração geográfica de planície, na Mesopotâmia, foi elemento favorável a invasões de numerosos povos, que conseguiram conviver em um Estado unificado, estável e duradouro.

b) A Babilônia foi fundada e tornou-se capital durante a primeira unificação política na região – o Primeiro Império Babilônico, quando cessaram as ondas migratórias na Mesopotâmia.

c) A desagregação do Primeiro Império Babilônico não mais permitiu outra unificação política na região, impedida pelos assírios, povo do norte da Mesopotâmia, ainda hoje remanescente no Iraque.

d) O esplendor da Babilônia ocorreu no Segundo Império, com a construção de grandes obras públicas: as muralhas da cidade, os palácios, a Torre de Babel e os Jardins Suspensos.

e) A cultura babilônica, como a dos povos mesopotâmicos, em geral, apresentou um grande desenvolvimento da astronomia, da medicina e da matemática, que se separaram, respectivamente, da astrologia, da magia e da mística dos números.

 

6. (Ufsm 2007)  “(…) Ea situação sempre mais ou menos / Sempre uns com mais e outros com menos / A cidade não para, a cidade só cresce / O de cima sobe e o de baixo desce / (…)” Este trecho da música do pernambucano Chico Science (1966-1997) e grupo Nação Zumbi nos remete à vida em cidades, processo que passou a ser significativo na história, a partir do 40. milênio a.C., na Mesopotâmia. Sobre esse processo, é correto afirmar:

a) Com o surgimento e crescimento das cidades, houve um progressivo aumento da especialização do trabalho e da igualdade social, enfraquecendo o poder político.

b) A diminuição da produção agrícola assegurou excedentes para a manutenção de especialistas, desenvolvendo a urbanização em cidades-Estado socialmente desiguais.

c) Apesar da urbanização e das novas tecnologias de irrigação, mantém-se um Estado de caráter exclusivamente político e que não intervém na economia, conservando a ordem social hierarquizada.

d) A sedentarização do homem, o desenvolvimento de cidades, a especialização do trabalho e uma sociedade socialmente desigual levaram à constituição de polos de poder como o Templo e o Palácio.

e) Mesmo se legitimando através de conquistas militares ou como mediadores entre o mundo terreno e o mundo divino, os soberanos separaram a esfera política da religiosa no intuito de conservar uma sociedade desigual.

 

7. (Unesp 2007)  Um dos mais antigos registros escritos conhecidos surgiu no Egito. A região foi também berço do Estado e da diferenciação social. Escrever requeria anos de aprendizado e apenas alguns poucos, como os escribas, dedicavam-se a essa tarefa. Nos dias atuais, o conceito de analfabetismo mudou. A Unesco adota a noção de analfabeto funcional: pessoa capaz de escrever e de ler frases simples, mas que não consegue usar informações escritas para satisfazer suas necessidades diárias e para desenvolver seu conhecimento. Explique para que servia a escrita no Egito antigo e relacione o conceito contemporâneo de analfabetismo com a ideia de exclusão social.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

8. (Ufsc 2005)  Sobre o Egito antigo, é CORRETO afirmar que:

01) o rio Nilo foi de suma importância em vários aspectos da vida dos antigos egípcios. Não só a agricultura foi possível devido ao seu ciclo de cheias, como também a noção de tempo cíclico, base do pensamento egípcio, levou à crença na vida após a morte.

02) a construção das pirâmides atendia às necessidades da vida após a morte dos faraós. Esse tipo de construção foi característica da arquitetura funerária durante todo o período do Egito antigo e só foi possível graças à enorme mão de obra escrava existente desde o Antigo Reino.

04) os egípcios antigos acreditavam em vários deuses que se relacionavam entre si e formavam seu sistema mitológico.

08) a despeito da influência islâmica, o Egito atual mantém as mesmas crenças religiosas do Egito antigo.

(     ) SOMA

 

9. (Ufpr 2003)  O papel das religiões parecia ter perdido sua relevância política no século XX, e muitos analistas demonstravam ter aceitado a ideia de que, politicamente, “Deus estava morto”. Nos dias atuais, contudo, observa-se o ressurgimento de diversos movimentos religiosos como, por exemplo, o fundamentalismo islâmico, o fundamentalismo protestante americano, o pentecostalismo e a renovação carismática da Igreja Católica. Independentemente das diferenças que possuem entre si, esses movimentos defendem, em geral, que seus valores religiosos devem se refletir em sua ação política.

 

Sobre o assunto, é correto afirmar:

01) Muitos desses movimentos, cujo principal objetivo é redistribuir a riqueza, anseiam pela recriação da ordem teocrática, de forma semelhante ao que ocorreu na época medieval e no Egito Antigo.

02) O exemplo de Bin Laden, que acusou os Estados Unidos e seus governantes de serem o “Grande Satã”, demonstra a aproximação entre ação política e religião.

04) Esses movimentos contrariam as ideias do Iluminismo, o qual enfatizava a laicização do pensamento e condenava qualquer interferência da Igreja na política.

08) O termo “fundamentalismo” pode ser compreendido como o anseio pelo retorno às origens e às tradições de uma determinada confissão religiosa, vistas como perdidas ou ameaçadas pelos princípios e valores seculares.

16) No Brasil, um dos principais movimentos religiosos da atualidade é o pentecostalismo, cujo crescimento se deve, entre outros fatores, ao uso intenso dos meios de comunicação de massa.

(     ) SOMA

 

10. (Ufpe 2000)  Em relação à arte do Egito Antigo, assinale a alternativa correta:

a) Visava à valorização individual do artista.

b) Manifestava as ideias estéticas com representações da natureza, evitando a representação da figura humana.

c) Estava destinada à glorificação do faraó e à representação da vida de além-túmulo.

d) Aproveitava os hieróglifos como ornamentação.

e) Era um arte abstrata de difícil interpretação.


Print Friendly

Comentar





Web Mail
Z13 - Sua Fábrica de Web e Multimídia