Lista de exercícios – II Trimestre – História – 1º Ano – EM

15 de maio de 2012

1. (Espcex (Aman) 2011) O período conhecido por Baixa Idade Média estendeu-se dos séculos X ao XV e foi marcado por profundas transformações, entre elas o renascimento comercial. É correto afirmar que essa transformação esteve relacionada com

a) a formação das feiras, que eram pontos de comércio temporário, tendo-se destacado inicialmente as regiões de Champanhe e, posteriormente, a região de Flandres.

b) o aparecimento de um novo grupo social, os mercadores, que passaram a ocupar o lugar da nobreza na sociedade estamental durante toda a Idade Moderna.

c) o reaparecimento da moeda e das transações financeiras, que ficaram limitadas às cidades italianas, mais próximas do mercado oriental.

d) o surgimento de hansas ou ligas, poderosas associações de comerciantes, cujos interesses se chocavam com os dos nobres, que percebiam nas atividades daquelas uma ameaça à segurança das cidades destes.

e) o surgimento do movimento comunal, uma disputa entre senhores feudais e burgueses, em torno das taxas de impostos cobrados sobre as atividades comerciais realizadas nos feudos.

 

2. (Ufrgs 2008)  A Alta Idade Média foi um período marcado por sucessivas invasões do mundo cristão.

Assinale a alternativa correta com relação a essas invasões:

 

a) Em meados do século VII, após a batalha de Poitiers, o mundo islâmico avançou por todo o sul da França, penetrando no norte italiano.

b) Durante vários séculos, os “vikings” tentaram, sem sucesso, pilhar as ricas cidades cristãs.

c) No século IX, os francos derrotaram Clóvis, desintegrando o reino merovíngio.

d) Em fins do século IX, sob a pressão crescente das invasões normandas e magiares, surgiram na Europa inúmeros castelos privados fortificados.

e) Em 843, o Tratado de Verdun unificou o Império Carolíngio, facilitando sua defesa contra os ávaros.

3. (Ufpb 2007)  Durante a chamada Baixa Idade Média (séc. XI-XV), o desenvolvimento urbano dos burgos da Europa Ocidental fundamentou-se na especialização das atividades comerciais e das artesanais, que se organizavam, respectivamente, em:

 

a) Ligas e guildas de comércio e corporações de ofícios artesanais.

b) Guildas e corporações de comércio e ligas de ofícios artesanais.

c) Associações comerciais e sindicatos de ofícios artesanais.

d) Sindicatos comerciais e ligas e corporações de ofícios artesanais.

e) Corporações de comércio e ligas e guildas de ofícios artesanais.

 

4. (G1 – cftpr 2006)  A expressão “Idade Média” surgiu no século XIV, durante o Renascimento, para denominar um período de quase mil anos (de 476 a 1453). Para facilitar o estudo, os historiadores costumam dividir esse período em Alta Idade Média (séculos V a IX) e Baixa Idade Média (séculos IX a XIV). Sobre a Idade Média, podemos afirmar que:

 

I) Este período é caracterizado pela ruralização, culminando na formação do feudalismo. A economia era de subsistência e sustentava-se no trabalho servil. Presos à terra, entre várias obrigações, os servos estavam submetidos a prestações em produtos (talha e banalidade) e em trabalho (corveia).

II) A sociedade era estamental, sem mobilidade vertical e hierarquizada em ordens: o clero (que rezava), nobreza (que guerreava) e os servos (que trabalhavam).

III) A cultura mesclava a religiosidade cristã com o espírito guerreiro feudal, numa época marcada por invasões, constituindo-se na identidade da Europa Ocidental. Em suas manifestações, a cultura idealizava as relações guerreiras da nobreza como a cavalaria, a suserania e a vassalagem.

IV) Influenciados pelo cristianismo, todos acreditavam que o reino da Terra tinha sido concebido por Deus. Contudo, a Igreja Católica não conseguiu impor uma ordem política, uma vez que a nobreza detinha o monopólio da violência e conseguiu obter o poder político autônomo, sem interferências religiosas.

 

Das proposições anteriores, são corretas somente:

a)  II, III e IV.

b)  I, III e IV.

c)  I, II e III.

d)  I e IV.

e)  I e II.

5. (Ufjf 2006)  As primeiras universidades criadas na Baixa Idade Média foram a Universidade de Bolonha e a de Paris. Em sua grande maioria, eram ligadas à Igreja, fundadas pelo Papa ou por ele confirmadas. Monarcas e príncipes também julgavam-se no direito de poder criá-las. Sobre as universidades medievais, é INCORRETO afirmar que:

 

a) o crescimento do número de universidades, principalmente após o século XII, estava atrelado à expansão dos setores urbano e comercial.

b) desde seu início, as universidades conseguiram manter-se afastadas da influência do pensamento predominante da Igreja Católica.

c) a criação das universidades ampliou a atividade de ensino, anteriormente centralizada junto aos mosteiros situados no campo.

d) o ensino abordava áreas de conhecimento como a gramática, a retórica, a lógica, a aritmética, a geometria, a astronomia e a música.

e) a filosofia escolástica, estudada nas universidades, buscava harmonizar a razão com a fé.

6. (Ufu 2005)  A Baixa Idade Média, período que vai do século X ao XV, foi marcada por processos históricos que desencadearam a crise do feudalismo, transformações de hábitos e costumes em relação ao tempo e ao trabalho. A esse repeito, assinale a alternativa INCORRETA.

a) As Cruzadas mesclaram interesses de cristianização de povos considerados infiéis e de expulsão de povos bárbaros de importantes regiões e rotas comerciais. A expulsão dos mouros na Península Ibérica fortaleceu as monarquias de Portugal e Espanha, criando condições para que estes países se tornassem pioneiros nas grandes navegações.

b) Nas cidades, a nascente burguesia aliou-se à Igreja contra o poderio da nobreza feudal, lutando pela centralização do poder e impondo novos valores, como o saber erudito das Universidades, a usura e o trabalho das corporações de ofício responsáveis pela produção em larga escala de artigos manufaturados.

c) Na Baixa Idade Média foram construídas grandes catedrais em estilo gótico, mostrando a imponência da Igreja Católica. Por outro lado, proliferaram obras que rompiam com dogmas católicos e apresentavam visões profanas e laicas sobre o homem.

d) Na crise do feudalismo o tempo passou do domínio sagrado para o laico. O tempo cíclico da Igreja, em que predominavam as mudanças naturais e climáticas, deu lugar ao tempo reagido pelas necessidades de acumulação de capital pela nascente burguesia, promovendo a disciplina e a rotina semanal de trabalho nas manufaturas.

7. (Unifesp 2005)  Durante a Baixa Idade Média (séculos XI a XIV), o Ocidente importou, com regularidade e intensidade crescentes, especiarias de áreas e civilizações não cristãs. Essas mercadorias eram:

 

a) adquiridas por meio de escambo (trocadas por quinquilharias) ou por roubo dos povos produtores, como na costa ocidental da África.

b) compradas com moedas nos portos do Mediterrâneo oriental, ou trocadas por tecidos de lã, provenientes de Flandres e das cidades do norte da Itália.

c) obtidas com exclusividade pelos bizantinos, os quais as revendiam, igualmente com exclusividade, aos mercados venezianos.

d) vendidas nos portos europeus pelos comerciantes árabes, depois de trazidas do Oriente por caravanas de camelos.

e) transportadas por navios de cabotagem, principalmente ibéricos, que as vendiam nos mercados da Europa do Norte.

8. (Ufrgs 2005)  Em relação ao sistema feudal que se estabeleceu na Europa ocidental a partir do século XI, considere as seguintes afirmações.

 

I – A Igreja, enquanto proprietária de imensos domínios fundiários, teve parte ativa no processo de feudalização. No entanto, ela tentou amenizar a brutalidade da sociedade feudal através de princípios como a Paz de Deus.

II – A repartição do poder na Baixa Idade Média era instituída por meio de um sistema de vassalagem em que senhores de pequenos territórios tinham direitos e deveres para com senhores cujos territórios eram maiores. Sendo assim, o Rei, senhor de todos os senhores, sempre detinha a maior parcela de terra.

III – Na Idade Média, não existia uma nítida separação entre o público e o privado, o que se refletia nas diferentes instituições da época. Assim, a moralidade católica estava presente tanto na família quanto na forma de se aplicar a justiça.

 

Quais estão corretas?

a) Apenas I.

b) Apenas III.

c) Apenas I e III.

d) Apenas II e III.

e) I, II e III.

9. (Ufpe 2001)  Durante a Idade Média (476-1353), a Europa Ocidental passou por diversas invasões, organizou cruzadas e teve no feudalismo a base da organização social. Assinale a alternativa correta:

 

a) A servidão, sistema de produção feudal, constituía-se no trabalho dos servos e senhores feudais e na apropriação do excedente econômico pelos servos, este último produzido no sistema conhecido como corveia.

b) As cruzadas ocorridas durante a primeira fase da Idade Média produziram efeitos negativos para o comércio da Europa com o Oriente, transformando o poderoso comércio das cidades italianas da alta Idade Média em esporádicas atividades comerciais locais.

c) As cidades italianas Gênova e Pisa se destacaram na luta contra os muçulmanos e na reconquista do comércio no mar Mediterrâneo.

d) Bruges, Lubeck e Novgorov foram importantes cidades produtoras de tecidos de lã abastecedoras das cidades italianas.

e) O Renascimento comercial na Baixa Idade Média atingiu fortemente os centros urbanos, reforçando a relação de servidão e o poder senhorial feudal.

10. (Mackenzie 2000)  Em vez de fazer os camponeses trabalharem para eles em suas próprias casas, na chamada estação morta, os empresários manufatureiros os reuniam em grandes oficinas e lhes impunham uma nova divisão técnica de trabalho. Ao fazer isso, estes capitalistas revolucionavam não só as relações sociais de produção, mas também as forças produtivas, ao inventar o trabalhador coletivo, ou seja, um corpo disciplinado e coordenado de produtores especializados.

                                                                       (Paul Singer)

A descrição anterior se refere:

 

a) ao sistema de corporações de ofício que existiu na Europa durante a Alta Idade Média e foi responsável pela consolidação do modo de produção feudal.

b) às transformações ocorridas na organização do trabalho na transição do feudalismo para o capitalismo.

c) à superação das relações de produção baseadas na propriedade privada dos meios  de produção e à implementação do controle dos produtores sobre o produto de seu trabalho.

d) à coletivização dos trabalhadores  rurais  diante das transformações ocorridas pela imposição do sistema de cooperativas estatais.

e) à difusão do trabalho compulsório para atender à necessidade das indústrias em expansão.

 

11. (Ufal 1999)  Na Alta Idade Média (século V ao XI) certas obrigações foram impostas ao produtor para que ele

a) ficasse isento das banalidades que se multiplicavam.

b) permanecesse na condição de escravo do senhor.

c) produzisse um excedente econômico apropriado pelo senhor.

d) perdesse a condição de ser proprietário dos instrumentos de produção.

e) continuasse distante da propriedade rural do senhor.

12. (Cesgranrio 1999)  As transformações intelectuais ocorridas na Europa ocidental entre os séculos XIV e XVI, conhecidas em seu conjunto como Renascimento, caracterizam a passagem da sociedade da Baixa Idade Média para a Época Moderna. Entre as características do Renascimento pode-se apontar corretamente o(a):

 

a)  declínio das concepções naturalistas e individualistas frente ao progressivo fortalecimento dos dogmas determinados pelo catolicismo.

b)  repúdio às obras artísticas e ao pensamento filosófico produzido pela antiguidade clássica greco-romana devido à subordinação da cultura à religião ao final da Idade Média.

c)  valorização dos ideais medievais ligados à moral aristocrática e às instituições da cavalaria feudal.

d)  reativação do comércio e das relações culturais entre o ocidente europeu e o oriente.

e)  supremacia dos modelos teocêntricos em substituição ao geocentrismo para a explicação dos fenômenos naturais.


Print Friendly

Comentar





Web Mail
Z13 - Sua Fábrica de Web e Multimídia